7 de setembro de 2012

Capítulo 19

~~Harry POV~~

Eu estava dançando com a Gio, mas depois ela falou que ia cumprimentar outros convidados, e assim que ela saiu uma menina me chamou para dançar. Fiquei dançando com ela mas não tirei os olhos da Rebeca, que dançava com o menino de cabelos pretos. 
Eles estavam muito próximos, e pareciam estar conversando. 
A garota com quem eu dançava se chamava Joice, e ela estavam bem atiradinha, se esfregava em mim e lançava cantadas de pedreiro... vê se pode? KKKK

Depois de um tempo eu olhei para a Rebeca e ela estava beijando o garoto com quem dançava. Não pensei duas vezes e beijei a Joice piriguete enquanto ela falava alguma coisa, ela correspondeu e começou a me agarrar, mas eu queria ter certeza que a Rebeca tinha visto. Parei o beijo e fui olhar a Rebeca. Ela estava olhando para mim e quando viu que eu olhava para ela abaixou a cabeça falou alguma coisa pro menino e saiu por uma porta que parecia dar para um espaço aberto, pude ver um brilho nos seus olhos e tenho quase certeza que era de choro. Ok que eu queria fazer ciumes para ela, mas não queria a fazer chorar ou algo parecido. 

Dei um Tchau pra Joice que ficou sem entender nada e fui atrás da Rebeca. Passei pela mesma porta que ela e a procurei, mais adiante vejo uma garota sentada no pé de uma árvore, deduzi que fosse ela. Fui em sua direção e ela olhou para mim, não devia ter me reconhecido, por que além de não me xingar ou me mandar embora lá estava escuro. 

Eu(Harry): O que uma princesa faz aqui fora, sozinha? 

Ela: A "princesa" lamenta por algo que não fez...

Me abaixei e fiquei de frente para ela. ~~le agachado~~

Eu: Eu também, mas me arrependo também de algo que FIZ.

Rebeca: O que você vez...? *ela ainda não me reconheceu*

Eu: Eu fiz ciumes a garota que eu estou afim.

Rebeca: ...HARRY?! 

Eu: Demorou pra descobrir hein? *sentei ao lado dela*

Rebeca: SAÍ DAQUI! EU NÃO QUERO FALAR COM VOCÊ! *me empurrando em vão*

Eu: Devia ter pensado nisso antes. 

Rebeca: Por favor... saia daqui, eu quero ficar sozinha, quero pensar..

Eu: E eu quero te ajudar... eu sei que o problema sou eu...

Rebeca: Só saí daqui...

Me virei para ela, e olhei nos seus olhos, eles estava marejados e sua voz estava trêmula.

Eu: Você esta mal, eu quero te ajudar, por favor, me deixe te ajudar.

Rebeca: Não a nada que você possa fazer, a menos que tenha uma maquina do tempo, para que eu mude o passado. 

Eu: Não pense assim... tudo acontece por um motivo.

Ela não me respondeu e então jogou a cabeça para trás, olhando para o céu. Fiquei ali a observando.

Rebeca: Pare de me encarar. *ainda olhando para cima*

Eu: Não consigo.

Rebeca: Consegue sim! PARE!

Eu: Como eu posso me redimir?

Rebeca: Não pode... ah, eu fui uma estupida. *olhando para baixo*

Eu: Não foi, o estupido fui eu por ter feito aquilo.

Rebeca: Nos estamos falando da mesma coisa? 

Eu: Acho que sim... *ela ri*

Rebeca: É, eu sou uma idiota mesmo.

Eu: Por que?

Rebeca: É que e acho que comecei a gostar de um babaca. 

Eu: Aquele de cabelos pretos que você beijou??

Rebeca: Por que? Ciúmes?

Eu: NÃO! Tá louca? Eu com ciúmes?? Rum.. mas é ele?

Rebeca: Ai, ai... você nunca saberá. *risos*

Ficamos alguns minutos em silêncio, e eu tentava processar tudo o que tínhamos falado até agora. Eu acho que gostava dela, mas e agora? Abrir ou não, mão de muitas, para ficar com uma? Não sei... não sei mesmo. Mesmo que eu quisesse não sei se conseguiria. Já eram umas 23h e eu fiquei olhando para o céu, sentado ao lado dela, até que ela quebra o silêncio.

Rebeca: Harry... eu vou embora. 

Eu: Pra onde? Não vá... fica aqui comigo, olhando o céu.

Rebeca: Não, não dá, eu vou pra minha casa se não tiver ninguém lá eu vou pra casa da Íris. 

Eu: Fica... *insisti*

Rebeca: Não dá... você não saiu quando eu pedi, agora eu vou embora, preciso pensar. 

Ela se levantou e foi saindo, eu me levantei e decidi ir atrás dela, mas acho que ela precisava pensar mesmo. Precisava ficar sozinha.

Eu: Desculpe... 

Falei quando ela estava um pouco longe. Ela parou, me olhou, deu um sorriso fraco e falou ao vento e depois voltando a andar.

Rebeca: Pena que não é o suficiente. *foi embora*

E eu fiquei lá. Voltei para o pé de Maçã e me sentei, tacando forte as costas nele, fazendo uma maçã cair na minha cabeça :S 
A peguei e a olhei. Era bem vermelha, e segurando ela eu pensei. 

"Se te derem um limão faça uma limonada" Então se me deram uma maçã, eu faço um suco de maçã né? Ou seria maçãnada? (que surto) Eu acho que desistiria, ela não merece isso. Mas, o que eu havia dito a ela? "Não pense assim... tudo acontece por um motivo." É, tudo acontece por um motivo. Dei uma mordida na maçã e olhei para o céu, pensando no que eu faria daqui em diante. 


NOTAS:
Continua em breve!
Estão gostando? E comentem viu?
Toda escritora gosta de comentários!
Pra quem não leu o cap anterior, ta aqui o link: 
http://imagine-you-directioner.blogspot.com.br/2012/09/capitulo-18.html

8 comentários:

  1. POSTA MAIS POR FAVOR EU VOU MORRRRRRRRRRRRRRRRER !

    ResponderExcluir
  2. POSTA LOGO PLEASE, OU QUER QUE EU TENHA UM INFARTO?
    CONTINUAA TA MUITO PERFEITO...
    E SE Ñ FOR INCOMODO VC PODERIA DIVULGAR MEU BLOG?: http://directionerforever87.blogspot.com.br/
    BOM TA AIII OBRIGADO!

    ResponderExcluir
  3. posta logo pelo amor de deus não aguento mais pf vai logo

    ResponderExcluir
  4. Eu achei Incrívelmente fofa & perfeita essa parte da ID *--* Oh My Direction q coisa + Linda :)
    Esse enrredo dessa ID :D #Continua q eu to ansiosa pra saber do resto ^-^

    ResponderExcluir
  5. Leitora nova, continua, ta muito perfeito *---------*

    ResponderExcluir
  6. Ta bom demais da com só!Malikisses!

    ResponderExcluir