21 de outubro de 2012

Capítulo 23

Capítulo 23 

Te amo



~~Harry POV~~

Soubemos que a Rebeca já estava indo pro hospital, eu queria ir lá, mas o Louis falou que não adiantaria de nada, então decidimos voltar para casa e amanhã de manhã eu iria vê-la. 
Chegamos e estava maior gritaria, o Zayn parecia gritar desesperadamente com alguém. Saí do carro correndo ao escutar os gritos, eu tentei abrir a porta mais estava trancada. Comecei a gritar para a Bells pegar a chave, mas ela estava muito assustada e deixou a bolsa cair, as coisas se espalharam e eu achei a chave, destranquei a porta e entrei correndo, até que me deparo com aquilo. Íris amarrada e sendo agredida, Zayn todo molhado e amarrado a uma cadeira, um cara grande e desconhecido apenas olhando e... Perrie? O que diabos a Perrie ta fazendo ali? E por que diabos ela tá batendo na Íris? Putaquepariu a primeira coisa que veio na minha mente foi tirar ela de perto deles, mas quando corri na direção dela o cara alto me empurrou pro lado, ele acabou ficando de costas pra porta e o Louis pulou nele, o Liam o segurou e a Bells ficou parada olhando, apenas em estado de choque. Me levantei rápido e peguei a Perrie pelos braços, o liam e o Lou estavam tendo muito trabalho então gritei pela Bells novamente.

Eu: BELLS! Vem cá! Me ajuda! 

Bells: E-eu n-nã-ão cons-sigo-o *ela mal emitia som*

Eu: POR FAVOR BELLS! PELA ÍRIS! *lamentei*

Bells: Eu-u...

Ela finalmente se mexeu e veio para perto de mim, ela rasgou um pedaço do seu casaco e amarrou na boca da Perrie, nós arrastamos ela pra cozinha e pegamos outros panos e amarramos ela, eu achei um lacre de plastico e prendi suas mãos com ele. 
Voltamos para a sala e eu fui ajudar os meninos enquanto a Bells desamarrava os "reféns". Assim que o Zayn foi solto ele correu para a Íris e a abraçou. Ele não parava de se deculpa nem por um segundo.

Zayn: Me-e perdoe Íris! É tudo culpa minha, me perdoe.

Íris: Não Zayn, não é culpa sua, não é culpa de ninguém, essas coisas acontecem!

Acontecem logo com a gente hein?! Finalmente conseguimos derrubar o cara e prendemos ele junto com a Perrie, em seguida o Liam ligou pra policia.

Liam: Eles já estão vindo, mas eu ligo pra ambulância também?

Eu olhei para a Íris que estava sentada no colo do Zayn no chão da sala, chorando. Ela olhou pra mim e balançou a cabeça negando, mas o Zayn olhou pra mim meio que implorando.

Eu: Sim Liam, chama a ambulância, nem que seja só pra passar merthiolate (acho q se escreve assim seilá) nos arranhões deles.

Liam: Ok... *le discando o numero*

Me sentei perto do casal mas tinha medo de olhar para eles depois de tudo que aconteceu hoje. Além de ter levado um fora, eu vi a Rebeca a beira da morte, e agora os meus melhores amigos sofreram na mão de uma psicopata. Olhei para a Íris e seu olhar estava distante, ela soluçava alto e tremia muito e as vezes abraçava forte o Zayn. 

Eu: Calma, tudo vai passar, eu sei que vai.

1 semana depois...

Acordei cedo, tomei um banho e me troquei. Hoje a Rebeca receberia alta, então decidi que eu mesmo iria busca-la. Desci para tomar o café mas paro na porta da cozinha. A Íris estava lá e não me viu, ela estava sentada olhando para as próprias pernas, ela estava com um pijama que era um short azul marinho e uma regata branca. Ela olhava para as pernas, para os machucados e roxos, passava a mão de leve ali. A observando melhor vi que ainda dava pra ver a cicatriz do seu queixo e dos cotovelos, ela também tinha alguns arranhões não curados. Me voltei para ela e vi uma lagrima cair, não aguentei ficar só olhando, então corri e abracei ela cuidadosamente com medo de machuca-la.


Eu: Calma... o que foi? * sussurrei*

Íris: Eu... eu não aguento tudo isso, não nasci pra isso... não aguento mais... *soluçando*

Eu: Não nasceu para o que?

Íris: Não nasci pra ficar sofrendo desse jeito, eu queria que tudo ficasse direitinho, quero poder namorar com o Zayn sem ninguém atrapalhar ou ameaçar me matar. 

Ela disse aquilo rápido e meio enrolado e depois afundou a cabeça no meu peito. A abracei mais forte e fiquei acariciando seu cabelo, depois que ela se acalmou me agachei na sua frente e peguei no seu rosto, fazendo ela me olhar. 

Eu: Você e o Zayn não estão amorando ainda, mas eu sei que vão, porque ele te ama, vocês vão casar e eu serei o padrinho e a Rebeca a madrinha, e vamos viver felizes para sempre ok? Não vou deixar que nada aconteça a quem eu amo ta bom? Eu quase perdi a Rebeca, mas agora vou busca-la no hospital e não vou mais sair de perto dela.

Íris: Você... você a ama de verdade né CurlyBoy?

Eu: Sim, eu a amo mais que tudo, se ela tivesse morrido naquele acidente .. eu não sei o que seria de mim, eu acho que eu ia acabar me mat...

Íris: NÃO! Eu não ia deixar! 

Eu sorri fraco.

Eu: Eu sei que não ia, mas eu não posso viver sem ela. *uma lagrima escorreu*

A abracei e saí de casa, peguei o carro e dirigi até o Hospital. 
Eu tremia muito, finalmente depois de uma semana eu poderia ver a minha menina. Todos estes dias eu tinha ido no hospital vê-la mas ninguém permitia pois ela sempre estava passando por diversas cirurgias. Cheguei lá, estacionei o carro e quando saí dele mal conseguia andar. Entre no prédio e segui para o seu quarto. 

Entrei e ela estava de costas para a porta, olhando por uma janela, ela já vestia uma roupa normal, um vestido. E simplesmente não sabia o que dizer, tudo aquilo é culpa minha, tudo! Eu devia estar no lugar dela, e lagrimas começaram a escorrer pelo meu rosto, eu solucei e ela se virou.


~~Rebeca POV~~

Estava descansando olhando pela janela do meu quarto no hospital, apenas pensando quem iria vir me buscar, se é que alguém viria me buscar, serio, esse acidente, tudo, tudo é culpa minha! Eu devia ter ficado em pior estado que isso, um pé torcido e um braço quebrado não é nada comparado com o que eu fiz com o Harry, eu não devia ter saído correndo daquele jeito! Uma lagrima escorreu pelo meu rosto com esses pensamentos e eu escutei meu soluçar, mas não veio da minha garganta. Me virei e o Harry estava na porta do meu quarto, chorando, ele veio correndo ao meu encontro e me abraçou, eu comecei a chorar junto. 

Harry: Pequena, eu-u não sei o que seria de mim sem você! 

Eu(Beca): Seria melhor do que é agora! Eu só estou te atrapalhando Harry... *olhei para o chão*

Harry: Não! Nunca! Você foi a melhor coisa que apareceu na minha vida! Eu te amo tá bom? Acredita, eu te amo! 

Eu: Harry, eu não sei o que dizer...

Harry: Não diz nada, não ainda, vamos, vamos embora daqui.

Ele me pegou no colo e me levou lá para fora, uma enfermeira trouse uma cadeira de rodas e nos ajudou a chegar no carro. Ficamos conversando muito, pondo os assuntos em dia e... bom, beijando muito! Não estamos namorando nem nada, mas eu... eu acho que o amo.




Continua...
Eu pretendia deixar maior, mas ia demorar muito. Então tá aí.
O que o Harry quis dizer com "não ainda" ? 
Comentem! :)

9 comentários:

  1. Continuaa por favor ta perfeito

    ResponderExcluir
  2. Voce escreve muito bem, nao pare. Continua logo to anciosa ta perfeito de mais. Bjxx

    Nunca pare.
    By: ma

    ResponderExcluir
  3. Ta otimo!Talves ele queria d!ar um tempo para ela pensar se ama ele de verdade,eu acho é é isso!Malikisses e fique com DEUS!

    ResponderExcluir
  4. nossa gostei das suas fics, Isis demora a postar não porque eu me viciei
    ;)

    ResponderExcluir
  5. Eu to gostando muito *-* Está muito criativa & bem detalhada,eu nem sei oq dizer :) muito P e r f e i t a \O/ & acho q o Hazza quis dizer com "ainda não" foi q ele quer dar 1 tempo para eles 2 & q se ele der,a Becca vai vai ter uma resposta ao Amor dele com + precisão :D NiallHugs & MaliKisses :*

    ResponderExcluir
  6. cara eu chorei muuito nesses ultimos capítulos , ameei *-*

    ResponderExcluir
  7. ai tadinha da iris e da beca :(
    mas ta otimo!!!!!
    :D

    ResponderExcluir
  8. To lendo agora em 2013 mas to amando, muito boom *-*

    ResponderExcluir